Editorial: Cosme & Damião

Resgate da diversidade e ancestralidade em foco na Galeria de Sensações do #ModaInfo 2.18  ...

Loading

INSPIRAÇÃO

Editorial: Entre o cinza

Desperdício zero é tema de trabalho de conclusão de pós-graduação de Modelagem Criativa do Senac...

ENTREVISTAS

o que eles pensam

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades.

dezembro, 2018

Local do evento:

Todos

24julDia todo30dezTrem da Onze: Uma viagem pelo universo de Adoniram Barbosa(Dia todo) Farol Santander

Detalhes

A exposição “Trem das 11 – Uma viagem pelo universo de Adoniran”, é uma experiência imersiva que narra a trajetória do sambista Adoniran Barbosa e sua relação com a cidade de São Paulo, especialmente o centro, com clara identificação do edifício histórico do Farol Santander, e sua importância como marco do progresso e transformação da cidade provinciana à megalópole cosmopolita, processo esse amplamente retratado na obra do artista, conhecido como o maior cronista de São Paulo – A voz da cidade.

A mostra conta com acervo pessoal e da família do artista, além de usar iconografia, filmes e arquivos de época que mostram como Adoniran Barbosa construiu sua carreira na música, no rádio, no cinema e na televisão, tornando-se um dos mais relevantes ícones culturais da cidade de São Paulo.

Oculto por 10 anos, o acervo Adoniran Barbosa volta a São Paulo em uma grande exposição no Farol Santander. Um presente para a cidade.

Horário

Julho 24 (Terça-feira) - Dezembro 30 (Domingo)

Local

Farol Santander

R. João Brícola, 24 - Centro

29novDia todo22dezExposição "Bauhaus Imaginista: Aprendizados Recíprocos"(Dia todo) Sesc Pompéia

Detalhes

Com curadoria de Marion Von Osten e Grant Watson e pesquisa curatorial de Luiza Proença, a exposição “bauhaus imaginista: aprendizados recíprocos” propõe analisar a recepção internacional da Bauhaus, seu alcance e influência a partir de diversas escolas e universidades para além da Europa.

Focada no impacto e na recepção internacional da Bauhaus, esta questão é desenvolvida em quatro capítulos em que museus e institutos de arte nas cidades de Nova Délhi, Quioto, Xangai, Moscou, São Paulo e Nova Iorque, irão apresentar partes de um todo que, por fim, se juntarão em uma exposição na Casa do Mundo e Culturas (Haus der Kulturen der Welt- HKW) em Berlim, em 2019.

O Sesc Pompeia irá receber o capítulo “Learning From”, resultado de um recém-renovado trabalho encomendado pelos curadores, além de documentos históricos sobre a escola e obras de artistas brasileiros e internacionais.

A exposição “bauhaus imaginista: aprendizados recíprocos” é realizada pelo Sesc São Paulo, em parceria com a Bauhaus Kooperation Berlin Dessau Weimar, o Goethe-Institut e a Haus der Kulturen der Welt (HKW). O projeto de bauhaus imaginista tem o apoio financeiro do Ministério da Cultura e da Imprensa do Governo Federal da Alemanha, da Fundação Cultural Federal Alemã e do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha. A organização de bauhaus imaginista é uma colaboração com o Museu de Design da China, em Hangzhou; com a Instituição Administrativa Independente do Museu Nacional de Arte / Museu Nacional de Arte Moderna de Kyoto; e com o Garage Museum de Arte Contemporânea, de Moscou. Entre parceiros no exterior estão o Goethe-Institut da China, de Nova Déli, Lagos, Moscou, Nova York, Rabat, São Paulo e Tóquio.

Local: Galpão do Sesc Pompeia

Mais informações sobre o centenário da Bauhaus: http://www.bauhaus100.de

#bauhaus100

#bauhausimaginista

Horário

Novembro 29 (Quinta-feira) - Dezembro 22 (Sábado)

Local

Sesc Pompéia

Rua Clélia, 93 CEP: 05042-000 São Paulo-SP

15dez(dez 15)00:0007abr(abr 7)00:00Exposição "Claudia Andujar: a luta Yanomami"00:00 - (abril 7) 00:00 IMS

Detalhes

“Claudia Andujar: a luta Yanomami” é uma exposição retrospectiva sobre o trabalho da fotógrafa e ativista que dedicou a vida para estudar e proteger um povo indígena ameaçado de extinção. A abertura ocorre no IMS Paulista dia 15 de dezembro, sábado, às 11h. Em breve mais informações.

www.expoclaudiaandujar.ims.com.br
#ExpoClaudiaAndujar

Curadoria de Thyago Nogueira e Valentina Tong (assistente)

Andujar (1931) cresceu na Hungria, e escapou para a Suíça durante a Segunda Guerra Mundial. Sua família paterna foi enviada aos campos de concentração de Auschwitz e Dachau. Da Suíça, passou pelos Estados Unidos e desembarcou no Brasil em 1955, onde iniciou o trabalho de fotografia. Em 1971, fotografou os índios Yanomami para a revista Realidade. A partir de então, passou a documentar essa cultura relativamente isolada, com uma mescla original de mergulho antropológico e experimentação visual.

O encanto durou pouco. Logo, o desenvolvimento da Amazônia promovido pelo regime militar dizimou comunidades desprotegidas. Aos poucos, a fotógrafa viu nascer a ativista, que organizou projetos de saúde e educação para proteger a população indígena, além de mobilizar organizações nacionais e internacionais para aprovar no Congresso a demarcação da terra Yanomami de forma contínua.

Fruto de 5 anos de pesquisa no arquivo da fotógrafa, a exposição apresenta imagens e documento inéditos para recontar a história de luta e determinação que transformou um projeto fotográfico num marco da história visual e política do país.

> VISITAÇÃO
Terças a domingos (exceto quintas), das 10h às 20h. Às quintas (exceto feriados), das 10h às 22h.
Em cartaz de 15 de dezembro de 2018, às 11h, a 7 de abril de 2019.

IMS Paulista
Galerias 2 e 3
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

———–

Foto de Claudia Andujar

Horário

Dezembro 15 (Sábado) 00:00 - Abril 7 (Domingo) 00:00

Local

IMS

Avenida Paulista, 2424

X