Brasil Eco Fashion Week almeja reunir o trade de moda sustentável no país

A BEFW (Brasil Eco Fashion Week), primeira semana de moda sustentável do país, prorrogou para 31/8 as inscrições para as marcas participarem do line-up de desfiles. A expectativa da organização é que 18 nomes comprometidos com a causa cruzem a passarela do evento, que acontece entre 21 e 24/10, na Unibes Cultural.

Além dos desfiles, o BEFW pretende expor 30 marcas no showroom, que contará com roupas e acessórios. Haverá também o Espaço Lab, focado em soluções sustentáveis da indústria com curadoria do Moda Limpa e o Centro de Estudo de Sustentabilidade da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o Espaço Educacional, que trará rodas de conversa, instalações e palestras, e a Mostra Novos Designers, com projetos de estudantes.

Para participar da semana, é preciso corresponder aos critérios de seleção do regulamento. Por lá, há perguntas sobre pegada ambiental, design, planejamento de marca e transparência, que demonstram o propósito da organização de reunir as iniciativas sustentáveis de moda sob o espectro social, econômico, cultural e ambiental, um desafio e tanto para o segmento que, apenas no Bom Retiro, descarta 20 toneladas de roupas e resíduos têxteis diariamente.

A iniciativa é uma injeção de ânimo para os consumidores que procuram por marcas sustentáveis, mas não as encontram facilmente. “A ideia do BEFW surgiu da necessidade de expor nosso trabalho nos eventos de moda, que geralmente são voltados à lógica de produção em massa do mercado e não atendem à demanda do público que quer consumir do pequeno produtor e criar laços afetivos com produtos que durem mais do que a tendência da estação”, explica Rafael Morais, idealizador do BEFW.

“Hoje, não há um único modelo de negócio sustentável. Sabemos que há marcas pequenas, adeptas do slow fashion, que vão trabalhar com 100% de matéria-prima orgânica ou certificada, ao passo que já vemos marcas consolidadas em processo de transição para iniciativas voltadas à sustentabilidade”, avalia Rafael.

O showroom será aberto para vendas no varejo e atacado e o evento é aberto e gratuito para a visitação do público.  “A maneira que o evento está sendo construído já é inovadora. São diversos profissionais formando uma corrente, acreditando na causa e na importância deste encontro”, diz Fernanda Simon, coordenadora nacional do Fashion Revolution e co-organizadora do evento.

O BEFW tem apoio institucional do Senac Moda Informação, do Sistema B e da Associação Brasileira de Indústria Têxtil (Abit).

 

Para participar do BEFW, acesse o link:

21novDia todo24Brasil Eco Fashion Revolution(Dia todo) UNIBES Cultural

Imagem: divulgação

Comentários

Comentários