Evento de lançamento marcou a estreia da coleção Cavalove, primeira collab do tipo na moda nacional

Após quase um ano de espera, a coleção-cápsula Cavalove, desenvolvida pela estilista Thaís Gusmão em parceria com alunos da graduação de moda do Senac SP para a Cavalera, chegou ontem às araras da flagship da marca, na Oscar Freire.

Seu nome, algo como “CavaAmor”, em português, fala sobre a união dos universos criativos da estilista Thaís Gusmão, voltado ao romantismo da lingerie, sua especialidade, e da Cavalera, a label mais rock n’roll da moda brasileira, sob a leitura da turma de 20 alunos da graduação em estilismo e modelagem do Senac SP selecionados para o trabalho.

Orientados por Thaís e Alberto Hiar, CEO do grupo Cavalera, os alunos trabalharam por 5 meses no desenvolvimento dessa coleção a partir de insumos têxteis parados no estoque da marca, uma iniciativa que converge com os novos tempos do mercado de moda, em que os movimentos de sustentabilidade e colaboração são cada vez mais determinantes.

“A gente aprendeu muito com os estudantes do Senac e concluiu esse trabalho sabendo que ensinou para eles como é o mundo da moda na prática, em que se trabalha bastante, muitas vezes sem glamour, mas sempre com prazer”, avalia Alberto Hiar para o #ModaInfo.

Etiqueta dos looks da Coleção Cavalove ❤

Presente até mesmo na elaboração da etiqueta das peças, em que constam os nomes de todos os criativos envolvidos, a collab entre estilista, marca e sala de aula é pioneira na moda brasileira e abre alas para o estreitamento das relações entre o mercado e o meio acadêmico, cujos frutos beneficiam tanto aos profissionais já estabelecidos, quanto aos que estão chegando no trade.

Durante o processo de cocriação, os alunos vivenciaram todas as etapas da criação de uma coleção, desde a pesquisa de tendências, definição de tema, cartela de cores, tecidos, aviamentos e estampas, até a modelagem e pilotagem das peças.

Nesse sentido, Alberto e Thaís trouxeram aos alunos a perspectiva de negócios, em que cada decisão influencia o valor final de uma peça. “Exigimos muita pesquisa e jogo de cintura deles para que os looks fossem tanto criativos quanto vendáveis, pois nós, que temos experiência, sabemos que a mudança de um pequeno detalhe já viabiliza o custo da produção para a marca. Esse olhar se adquire com o tempo”, explica Thaís.

Não por acaso, a coleção precisou de vários ajustes até receber a aprovação final da Cavalera. “Tivemos de redesenhar tudo mais de três vezes até chegar ao equilíbrio das identidades da Thais e do Alberto, um grande exercício de trabalho em equipe para nós”, avalia a aluna Karine Travassos

Como resultado, a Cavalove apresenta peças construídas com base na modelagem criativa sem costuras laterais e com recortes assimétricos em macaquinhos, vestidos tomara-que-caia, shorts com babados ou laços, saias, bermudas e calças. Olha só como foi o evento de lançamento da Cavalove:

Fotos: Caroline Serodio

Comentários

Comentários