Looks são criação do estilista Ricardo Almeida para o evento mundial na Rússia

Escolhido para produzir os ternos de apresentação da delegação brasileira de futebol masculino durante as solenidades da Copa do Mundo na Rússia, o estilista Ricardo Almeida divulgou à imprensa os detalhes dos looks, feitos sob medida.

O projeto envolve a criação de um costume (blazer e calça) com cores e detalhes especiais para o momento, que tem como objetivo de resgatar uma tradição da apresentação da seleção brasileira com uma alfaiataria sofisticada.

O ponto de partida do projeto foi a modelagem que ganhou atenção especial do estilista. “Quis desenvolver uma modelagem para valorizar o corpo atlético, evidenciando o shape que cada jogador tem de melhor”, explica Ricardo Almeida, conhecido pela modelagem slim.

 

Em detalhes:

O costume sob medida foi produzido em 100% lã fria, composta por fios com duas cores diferentes, uma combinação de azul royal e preto, que revela um novo tom de azul marinho com efeito changeant (muda sutilmente a cor conforme a incidência de luz).

“Foi uma forma de levar um toque diferenciado e moderno para a alfaiataria que, mesmo com uma cor clássica como o azul marinho, ganha um resultado inovador aos olhos de quem vê. Não é só um azul marinho. É um azul marinho particular e pensado para esse momento tão especial”, sinaliza Ricardo.

O destaque em cada traje fica para o forro do blazer, que o estilista criou especialmente para homenagear todas as conquistas da seleção. O interior do blazer vem com uma padronagem de jacquard inspirada no construtivismo russo – uma estética que sintetiza as imagens em formas geométricas simples, buscando passar uma mensagem de forma rápida. Assim, quem observa o forro consegue ver as taças e os anos que a seleção brasileira foi campeã ao longo da história dos campeonatos mundiais de futebol.

Os jogadores vestirão traje monocromático, composto por costume, camisa e gravata azul de seda super slim (4 cm); enquanto a equipe técnica usará costume azul com camisa branca e gravata azul de seda de largura 6 cm, um pouco mais próxima do estilo clássico do acessório. Um outro detalhe a ser contado é a camisa dos jogadores que traz um colarinho estreito, diferente das tradicionais camisas sociais.

A sapataria não ficou de fora do processo criativo do projeto. Os sapatos de couro, tipo brogue, foram desenvolvidos na fábrica de sapatos do estilista, localizada na cidade de Franca (SP), com uma fôrma especial adaptada aos pés dos atletas, solado de EVA e revestimento de neoprene interno, como se fosse uma meia, referenciando assim o estilo esportivo;

“A intenção era criar um sapato que tivesse o estilo clássico de um sapato social, mas ao mesmo tempo a estética e conforto de um tênis. Unir a sola de EVA com o revestimento interno de neoprene foi a melhor forma de levar o lifestyle do mundo esportivo para o sapato”, finaliza o estilista.

Imagens: Divulgação

Comentários

Comentários