Desperdício zero é tema de trabalho de conclusão de pós-graduação de Modelagem Criativa do Senac Lapa Faustolo

A demanda crescente dos consumidores por informações sobre os produtos e serviços que estão consumindo, estimulada principalmente pelos depoimentos de usuários em redes sociais, coloca a transparência como um diferencial competitivo na geração de valor capaz de influenciar um dos poderes do coletivo que sustentam o capitalismo, o de consumo.

Atentas a essa tendência, a dupla de alunas da pós-graduação Ana Paula Carneiro e Eunice Pontes da pós-graduação em Modelagem Criativa do Senac Lapa Faustolo elaboraram uma coleção pensada a partir do conceito de desperdício zero (zero waste, em inglês), para a qual desenvolveram estratégias de aproveitamento integral de todos os recursos têxteis empregados.

Para tanto, elas fizeram estudos sobre encaixes diferenciados na modelagem e aproveitamento dos refugos dos tecidos.  “A proposta principal desta pesquisa é desenvolver técnicas de construção de modelagem a partir de formas geométricas, otimizando os encaixes. O refugo de tecidos é totalmente aproveitado por meio de técnicas de artes artesanais, como tricô e tecelagem manual, com o intuito de diversificar as soluções estético-formais, tais como silhuetas, texturas e pesos”, explica Ana Paula.

Como tema de inspiração e referência, a dupla apostou na intervenção da natureza no meio urbano, refletindo sobre a necessidade de desaceleração da rotina contemporânea. “Pensamos numa analogia entre a valorização da natureza no dia-a-dia da sociedade e a ressignificação das artes manuais e artesanais na indústria da moda, contribuindo para o movimento slow fashion”, finaliza.

Confira o editorial Entre o Cinza:

Expediente:

 

Fotografia: Vanessa Diskin (editorial) / Pedro Pinheiro (lookbook)

Assistentes de fotografia: Nicholas Rodrigues / Michel Katz

Styling e produção: Mariana Takikawa

Maquiagem e cabelo: Maraisa Marques

Modelos: Tayline Cardenal (Oxygen Models) / Raquel Batista (Monica Monteiro Model Agency)

Agradecimentos: Vicunha Têxtil – Jô Souza – Circolo Italiano(SP)

Comentários

Comentários