Temas atravessam as passarelas e surgem também em exposições culturais durante o evento

 

Ronaldo Fraga durante SPFW n41

Ronaldo Fraga durante SPFW N41

O segundo dia da SPFW N41, primeira edição da maior semana de moda da América Latina que se desvincula das estações do ano, abordou, dentro e fora das salas de desfile, discussões efervescentes que permeiam o mundo da moda, sendo a coleção de Ronaldo Fraga, intitulada Refugiados, o maior expoente dessa postura. O line-up do dia contou também com as marcas Lily Sarty, Amabilis, Uma, por Raquel Davidovicz e Apartamento 03.

Ronaldo Fraga encerrou a noite trazendo para o centro das atenções os refugiados, personagens marginalizados por diferentes sociedades em vários pontos do globo, num convite ao público para transcender a verdade de quem deixa a terra natal para trás com esperança de uma nova história de superação.

“E o que a moda tem a ver com isso?”, indaga Ronaldo, que também responde, “a moda tem diferentes faces e formas para se registrar uma história e a que sempre me seduz é a face político-cultural”, explica. O casting do desfile contava com cinco refugiados, quatro homens e uma mulher, de diferentes países, que definiram o Brasil como sua nova casa. Além deles,  a modelo Camila Ribeiro, 21, transexual, estreou na SPFW após desfilar para a Givenchy.

A Amabilis, marca capixaba de pequeno porte, fez sua estreia como ganhadora do projeto Top Five, uma parceria entre o SEBRAE e a In-Mod de aceleração de pequenos negócios de moda, inspirada no mar. Ao som de música clássica executada ao vivo no meio da passarela, a marca traduziu o universo náutico em estampas de nós de marinheiro, corais e algas, em peças ora esportivas, ora assimétricas. As fishnets (redes de pesca) envolviam os corpos das modelos como sua segunda pele e o tom prateado das sobreposições alude ao luar refletido nas ondas, junto ao azul marinho, verde-limão e branco.

Desfile da Amabilis durante SPFW n41

Desfile da Amabilis durante SPFW N41

“A indústria da moda brasileira, que movimentou R$ 200 bilhões em 2015, é predominantemente composta por pequenos negócios. São cerca de 500 mil empresas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano, entre Microempreendedores Individuais, micro e pequenas empresas”, declara Guilherme Afif Domingos, presidente do SEBRAE.

 

Ouro na SPFW

A coleção Recombinações, composta pelas 17 joias finalistas do concurso de design AuDITIONS Brasil 2015, com direção criativa do estilista Fause Haten, chamou a atenção por estar em sintonia com o tema da SPFW, “Mãos que valem ouro”. Depois da capital paulista, as joias seguem para Belo Horizonte (MG), onde ficam expostas no Museu das Minas e do Metal entre os dias 7 e 21 de julho. Estão ainda programadas exibições em Goiânia (GO) e Rio de Janeiro (RJ), ambas com data e local a serem definidos.

 

Empoderamento Feminino

A exposição “Apolônias do bem”, que conta com retratos de mulheres, cis e trans, vítimas de agressão doméstica também marcou presença no evento. Liderado pelo dentista Fábio Bibancos, o projeto homônimo devolve o sorriso a mulheres da periferia há dez anos. “Apolônia é a padroeira dos dentistas, por isso a homenageamos com o projeto. Nosso objetivo é devolver a vontade de sorrir e a autoestima às mulheres”, declara Fábio.

Confira o vídeo do projeto:

 

Fotos: Agência Fotosite