Legados de Ugo Castellana e José Gayegos são tema de exposições na rede

A década de 60 ficou marcada como a época do florescimento da moda feita no Brasil, em que nomes como Dener, Clodovil, Ugo Castellana, José Gayegos, Ney Galvão e Guilherme Guimarães inovaram ao imprimir identidade nacional para o segmento, transpondo fronteiras com suas criações sofisticadas e autênticas.

Nas próximas semanas, o Senac inicia dois eventos voltados à homenagem dessa geração vanguardista, nas exposições José Gayegos – 50 anos de moda e Ugo Castellana – costurando memórias. Ambas serão inauguradas em bate-papos com os criadores abertos ao público. 

A primeira expo contará com croquis, publicações, modelos originais e produções inéditas de Gayegos no Senac Lapa Faustolo. Já a segunda, no Centro Universitário Senac Santo Amaro, trará uma seleção de 20 looks escolhidos por Castellana para integrar o Acervo de Moda do Senac São Paulo, que já conta com figurinos de Ney Matogrosso e criações de Mario Queiroz.

Anote as datas dos eventos e participe:

 

Exposição José Gayegos – 50 anos de moda 

[add_single_eventon id=”13509″ ]

 

Exposição: Ugo Castellana – costurando memórias

[add_single_eventon id=”13480″ ]

Imagem em destaque: Divulgação

Comentários

Comentários