Desde os primeiros trabalhos do fotógrafo Adolf de Meyer para a Vogue norte-americana, em 1913, até os dias atuais, muita coisa evoluiu na arte de eternizar as imagens de moda em fotografias.

O que começou como demanda das revistas especializadas, que desejavam retratar as novidades em termos de moda e beleza para suas leitoras, se transformou numa indústria bilionária que, muito mais do que produto, captura o zeitgeist da vez, seja em editorial de moda, no registro de um desfile ou mesmo de um fashion film, também chamado de motion picture por J.R. Duran.

Para entender os desafios desse mercado a quem deseja investir na fotografia, entrevistamos o docente Paulo César Pereira, do Senac Lapa Scipião. Confira o ping-pong do #ModaInfo:

 

Quais os propósitos da fotografia de moda?
Depende da área de atuação, qual o propósito do trabalho em si. Um trabalho de fotografia de moda pode ser tanto comercial, quanto editorial.

Quando falamos de editorial, o trabalho está muito mais ligado ao conceito que a gente quer apreender, que não é necessariamente a roupa, mas uma atitude ou comportamento. Já na fotografia comercial, o foco é o produto. A fotografia de moda se assemelha à publicitária.

 

Como a fotografia de moda se diferencia das demais áreas?

Eu vejo que um diferencial na fotografia de moda em termos de especificidade é a articulação que o fotógrafo tem que ter com equipe, porque ele trabalha com muita gente.

 

Como acontece esse relacionamento no set?

Pra quem está começando como assistente de fotografia, deve saber que terá que lidar com diferentes tipos de ego. Há fotógrafos experientes que falam exatamente o que está errado e outros dão apenas dicas, às vezes o estilista vai se meter no seu trabalho, ou o maquiador não saberá preparar a pele, estar comprometido com o resultado é importante.

Eu ressalto a importância da valorização do trabalho em equipe porque, se alguém falhar, a foto não sairá boa. Todos precisam estar alinhados.

 

Quais conhecimentos o fotógrafo de moda precisa ter? 

História e técnica da fotografia são essenciais, mas para fotografar moda é necessário avaliar se o maquiador fez um bom trabalho, porque se ele não fez, é preciso corrigir suas falhas com a luz ou pós-edição, por exemplo. Em relação às roupas, é bacana prestar atenção às possibilidades que as texturas e formas podem te dar.

 

E sobre o uso de Photoshop? Há alguma tendência? 

O momento de pós-produção está presente em quase todos os tipos de fotografia, pois é preciso vender um produto e os detalhes devem estar corretos. Sobre photoshop, há uma tendência muito forte no exterior para diminuir a alteração dos corpos das modelos, mas por aqui isso ainda vai demorar bastante para mudar.

 

Em relação a equipamento, tem algum que seja específico da moda?
Esse assunto é amplo, mas sim. Equipamento de qualidade é necessário nesse mercado, quanto maior a sofisticação dos equipamentos, melhor o resultado, principalmente na qualidade da imagem. O principal para o fotógrafo é possuir sua câmera, equipamento de iluminação e o computador.

 

Tem alguma novidade que facilite o trabalho do fotógrafo?
Hoje em dia estão usando até drones, com foco maior em vídeos. Pensando em comunicação, vale tudo. O fotógrafo é um profissional que gosta de novidades e novos resultados.

 

Conheça o curso Técnico em Processos Fotográficos do Senac SP.

 

Fotos: ThinkStock

Comentários

Comentários