Sapatos multifuncionais são destaques na semana de eventos voltados ao setor

 

Coturnos com cano destacável, sapatos femininos com salto removível e tênis infantil desenvolvido para ir à máquina de lavar. Esses são alguns exemplos de peças versáteis que caem cada vez mais no gosto do consumidor e foram destaques da 43ª edição da Couromoda, maior feira do segmento de calçados, artefatos e acessórios da América Latina, que, de acordo com Heitor Klein, presidente-executivo da Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados), é responsável por 1/3 das vendas do setor, que totalizaram 815 milhões de pares em 2015, uma queda de 7% em relação ao ano anterior, pior resultado do setor desde 2009. Jefferson Santos, diretor do evento, avalia que o setor tende a retomar o crescimento no final de 2017.

 

Tratamento para os pés durante o treino

Protótipo Plenty, desenvolvido pelas empresas Cipatex, Comlasa, Dublauto, JR Dublagens e Palmiarte

Protótipo Plenty, apresentado no Inspiramais

Na linha de sportwear, a edição Verão 2017 do Salão Inspiramais, evento que acontece paralelamente à Couromoda, trouxe protótipos de tênis para atividades de alto rendimento que, além de possuírem tecnologias para amortecimento de impacto e memória da palmilha, liberam óleos essenciais de aloe vera, melaleuca e bétula doce nos pés, “Você recebe os benefícios medicinais enquanto treina, desgastando-se menos”, explica o consultor Victor Barbieratto, que afirma que as propriedades terapêuticas perduram por até 50 lavagens no calçado.

 

De olho na exportação

Heitor Klein destaca que a alta do dólar chamou a atenção do mercado externo no final de 2015, auferindo, em dezembro, um crescimento de 60% (US$119,57 milhões) nas exportações em relação ao mês anterior. Os compradores estrangeiros aproveitaram a desvalorização do real e, de acordo com a organização da Couromoda, vieram em número 10% maior do que em 2014, totalizando mais de 2 mil visitantes.

 

Dólar alto também reduziu importações

Com o dólar valorizado, a perda de competitividade dos calçados importados auxiliou o desempenho do mercado interno. No ano passado, o volume da entrada de calçados diminuiu 9,6% em relação ao ano anterior, além da entrada das partes de calçados, como saltos, palmilhas e cabedais, que diminuíram, 40% em relação a 2014, de acordo com Klein.

 

Confira novidades apresentadas na Couromoda:

Fotos: Divulgação

Comentários

Comentários