Evento discutirá inovação na imagem de moda contemporânea

 

Referência em pesquisa e inovação na cadeia da moda, a carioca Olívia Merquior é uma profissional para se prestar atenção. Idealizadora da agência criativa Dacri Deviati, voltada à consultoria de coleções, sua rica formação acadêmica em campos à primeira vista distintos como engenharia, moda e jornalismo construíram a base vocacional de alguém que conhece os fenômenos que movimentam nosso trade como poucos, da criação ao mercado.

Em 22/8, Olívia compartilhará seus insights conosco durante o Senac Moda Informação 2019, em que atuará como mediadora e cuja programação, voltada ao entendimento da construção de imagens de moda contemporâneas, integra seu campo de pesquisa.

“A moda sempre trabalhou com a construção de imagem para introduzir valores de uma sociedade. Apesar de falarmos tanto sobre disrupção hoje em dia, é preciso lembrar que essa premissa se mantém, ainda que o nosso entendimento sobre os símbolos da moda esteja mudando”, avalia.

Olívia aponta como exemplo as correntes estéticas atuais que exaltam movimentos sociais como o feminismo e o empoderamento negro no Brasil, que perpassam também novas construções identitárias como a da pauta LGBTQ+. “Existe um discurso potente por trás desses novos parâmetros estéticos, uma oportunidade para as marcas dialogarem para além dos conceitos massificados sobre o belo”.

E por diálogo, entenda-se sintonia de valores, algo que a profissional faz questão de frisar ser vital para a marca desde o momento de sua concepção, e que deve estar claro para o público até na escolha dos tecidos de uma coleção.

“Não adianta a minha marca tratar de sustentabilidade no discurso e prosseguir utilizando processos e tecidos poluentes, por exemplo, assim como não adianta o consumidor reclamar do desenvolvimento do setor nacional e continuar comprando marcas importadas. É preciso que a disrupção se confirme na prática”, acredita.

A respeito desses impasses, que atravessam a história do nosso trade de moda, Olívia compartilha conosco seu trabalho como curadora do Projeto Estufa, presente no São Paulo Fashion Week há quatro temporadas, o qual fomenta o estabelecimento de novos talentos no trade como A.Lu.f, Helen Rödel e Lucas Leão.

“As marcas que desfilam pelo Estufa recebem mentoria ao longo do desenvolvimento de coleção e de negócios também, pois inovar na passarela é fácil, difícil é estruturar marca no nosso mercado tão conservador, avesso à disrupção”.

Para o público do próximo #ModaInfo, Olívia adianta que ainda que romper com padrões, sejam estéticos ou éticos, não seja um caminho fácil, trata-se de uma oportunidade de autoconhecimento para romper com a superficialidade e vazio que eclipsam o desenvolvimento do meio fashion nos dias atuais. “O discurso pronto é facilmente assimilado, mas também é mais fácil de destruir. É preciso estar comprometido em fazer a diferença”, finaliza.

 

Confira a programação completa do #ModaInfo 2019:

 

As inscrições para o Senac Moda Informação 2019 já estão abertas!

 

Foto: Divulgação

Comentários

Comentários