Estilista anuncia parcerias com gigantes do mercado em desfile

Apesar de ser a segunda vez que a SCK cruza a passarela do São Paulo Fashion Week, o estilista Samuel Cirnansck declarou antes do desfile começar que considerava o dia de hoje como seu début, já que agora toca a marca em parceria com o Mercado Livre, na sede da qual a apresentação aconteceu, em Osasco, e o shopping de atacado Mega Polo Moda, que representam respectivamente seus canais de venda on-line e físico.

Samuel, que cursou moda no Senac São Paulo, é reconhecido pelo seu trabalho sob medida para moda festa e noivas, ao qual se dedicou com exclusividade por 15 anos na grife homônima, e surpreendeu o mercado ao investir seu nome também no segmento de varejo, tradicionalmente um mundo à parte do da moda de ateliê, alternando as temporadas de desfiles entre as marcas.

“Estamos ajustando nosso calendário para intercalar os desfiles e, talvez, ainda fazer a semana de noivas. Já que agora temos três públicos-alvo, noivas, couture e varejo”, explica Samuel ao #ModaInfo

O valor de entrada das peças da SCK é R$150, no caso de t-shirts. Já as jaquetas bomber bordadas custam R$2mil. “Quero atingir mais pessoas, quem não puder investir nas peças mais elaboradas pode ir nas básicas”, acredita o estilista.

Da Samuel Cirnansck, a SCK herdou a abundância de bordados e aplicações de pedras, além das silhuetas fluidas dos vestidos e as barras descosturadas, que na proposta street apresentada hoje flertam com o drama do gótico, abusando de transparências, laços e babados até mesmo em peças como jeans ou moletons, que perdem um pouco da jovialidade com o excesso de informação.

Agora, nos resta acompanhar a nova empreitada do estilista no meio fashion para ver como ele lidará com as expectativas tão diferentes de seus clientes novos e antigos. Confira os looks selecionados do desfile pelo #ModaInfo:

Comentários

Comentários