Programa TOP 5 coloca pequenas empresas de moda no calendário fashion

 

Além de apresentar as tendências em criação e produto para a temporada, a missão de uma semana de moda é dar visibilidade a novos talentos, vide a importância do SPFW na construção de nomes como Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga e Fernanda Yamamoto.

Contudo, o caminho para uma marca pequena entrar no calendário fashion esbarra em alguns entraves, que vão desde a quantia necessária para desfilar na passarela, algo em torno de R$300 mil, até a estruturação do próprio modelo de negócio.

Desafiador, não? O detalhe é que essa é a realidade de 93% dos players do trade brasileiro, cerca de 1,4 milhões de empresas  que, de acordo com o Sebrae, estão enquadradas como de micro e pequeno porte, com faturamento de até R$3,6 milhões. Atento a essa vocação do mercado, o Sebrae firmou parceira com o IN-MOD para acelerar o desenvolvimento de MPEs de moda em todo o Brasil no programa TOP 5, que seleciona cinco labels por vez para mentoria, network e inserção no line-up do SPFW.

O resultado inicial apareceu na 42ª edição do evento, no desfile da mentorada capixaba Amabilis, e na sexta-feira, 17, foi a vez da PH, Jardin, Green Co. e Adriano Martin exibirem suas criações na passarela.

Juliana Borges, gerente de negócios de moda do Sebrae, explica que o critério de seleção para o ingresso das marcas no programa levou em consideração sua autoralidade, capacidade de entrega dos produtos, transparência e ética na gestão, “investigamos também se as marcas seguem a legislação trabalhista e se estão atentas à sustentabilidade. Todos esses elementos são importantes para estar no TOP 5”, revela.

Novas marcas serão mentoradas pelo projeto até 2018. Para se inscrever nele, o empresário deve entrar em contato com o Sebrae da sua região.

 

Desfiles 

Cada integrante do TOP 5 atende a um segmento específico e possui uma história interessante para contar. Confira a seleção dos melhores looks do projeto desfilados no SPFW n43 e conheça mais sobre as labels:

 

Adriano Martin
Dedicado à moda festa, está há 14 anos no mercado e mantém uma equipe de 47 profissionais que atuam em seu ateliê sob medida em Catanduva, São Paulo.

[envira-gallery id="10016"]
[envira-gallery slug="sebrae"]

PH Praia
Criada há 22 anos pela empresária Ana Gomes, a PH Praia desenvolveu seu DNA a partir da inauguração da primeira loja na Rua dos Biquinis em Cabo Frio, RJ e conseguiu, com o apoio do projeto, elaborar uma coleção resort.

[envira-gallery id="10063"]
[envira-gallery slug="ph-praia"]

Jardin
A estilista Bharbara Renault abriu a Jardin em Belo Horizonte em 2009 e, desde então, dedica-se à elaboração de looks minimal. A coleção desfilada no SPFW trouxe elementos geométricos e inspiração no orientalismo.

[envira-gallery id="10055"]
[envira-gallery slug="jardin"]

Green Co
Fundada em 2006 pelo engenheiro ambiental Cassius Pereira, a Green Co. endossa o coro de marcas comprometidas com sustentabilidade e utiliza tecidos biodegradáveis, como o algodão, o linho e o cânhamo, além de reaproveitar insumos como borracha de pneu para elaborar os acessórios.

Apoiador do Fashion Revolution, Cassius revela que “trazer o movimento para o SPFW era sua obrigação”.  A exemplo da californiana Patagônia, a Green Co. recebe os chinelos usados da marca de volta como desconto para reposição do par.

[envira-gallery id="10047"]
[envira-gallery slug="green-co"]

 

Fotos: Fotosite

 

 

Comentários

Comentários