Referência em moda festa e vestidos de noiva, label deseja agora estar também nas malas de viagens das clientes

 

Às vésperas do desfile no SPFWTRANS42, Artur Freitas, diretor da marca, revelou para o #ModaInfo que a SCK,  linha de roupas casuais finalmente sairia do papel. “Temos as etiquetas prontas há 8 anos, realmente não desenvolvemos o projeto antes por falta de tempo para estruturar uma coleção. Graças a Deus, temos muitas encomendas para atender”, explica o profissional, entre um atendimento e outro no ateliê da marca, na zona sul de São Paulo.

O ateliê, que trabalha principalmente com encomendas sob medida, incorporou recentemente uma equipe que trabalha de madrugada para dar conta dos pedidos. “Tenho dormido apenas 4 horas por dia”, conta Samuel, que é formado em moda pelo Senac São Paulo.

Nessa temporada, a SCK traz t-shirt, biquínis e calça jeans, tudo see now, buy now, em sintonia com a proposta de coleção resort abraçada pela maioria das marcas presentes no SPFW.

A nova marca de Samuel cruzou as passarelas do SPFW semana passada, com peças entre 300 e 6 mil reais. “Há looks femininos e masculinos, pensamos em rechear a mala de viagem dos nossos clientes com peças que tragam o nosso DNA, como as estampas e bordados à mão, barras de seda desfiadas em saídas de banho e vestidos.

Confira os looks desfilados para essa coleção, que contou com a Miss Brasil Raíssa Santana na passarela:

 

Foto: Agência Fotosite

Comentários

Comentários