Body Positive é lindo ❤

 

De olho no Workshop de Modelagem Plus Size que acontece no Senac Lapa Faustolo em setembro, fizemos uma varredura nas marcas de moda feminina exclusivamente dedicadas ao segmento e uma coisa podemos afirmar, foi-se o tempo em que vestir tamanhos grandes era sinônimo de look sem graça.

A cada temporada, nos surpreendemos mais com os lançamentos dos criadores de moda plus, que driblam esse paradigma empoeirado da moda investindo tanto na modelagem criativa, quanto na ousadia das coleções.

Apesar de dados do Sebrae apontarem que esse segmento representa apenas 17,5% da oferta total do varejo de moda, frente a uma demanda de mais de 60% da nossa população, já não é tão difícil encontrar looks exuberantes, com brilhos e estampas irreverentes, cuja modelagem realce as curvas que a mulher gorda vem aprendendo a mostrar.

Uma prova disso é o crescimento da Feira Pop Plus, idealizada pela jornalista e produtora cultural Flávia Durante, que rola amanhã, e movimenta mais de 12 mil pessoas em busca das novidades dos cerca de 75 expositores que passam por lá em cada uma das quatro edições anuais no Club Homs, região central de São Paulo.

Volta e meia, o corpo plus size também entra em pauta na passarela, como vimos nos últimos desfiles da Fernanda Yamamoto, LAB e Ronaldo Fraga, no SPFW (São Paulo Fashion Week), além de talentos da Casa de Criadores, como a Isaac Silva, mas seu percurso nos editoriais de moda ainda é tímido.

“A construção de imagens de moda nos editoriais e também nos fashion films ainda está bastante ligada ao padrão esguio das musas europeias do século passado, como a Audrey Hepburn, por exemplo, que nunca deu conta da diversidade corporal do ser humano”, reflete Nahtalia Anjos, coordenadora de conteúdo do Senac Moda Informação.

Mas esse jogo está virando, como o fortalecimento do trade plus size nos mostra. O mercado começa a se conectar à tendência do Body Positive (positividade corporal), que, antes de mais nada, diz respeito sobre manter uma relação saudável e amorosa com a própria imagem, o ponto e partida para entender a demanda de representatividade no meio fashion.

Sobre isso, Nathalia dá a dica, “hoje em dia, as pessoas estão mais ligadas em se enxergarem nas imagens de moda do que simplesmente fazerem sacrifícios pessoais para refleti-las”.

Confira a seleção de marcas de moda plus size do #ModaInfo e se inspire:

Bambina Beachwear 

https://www.instagram.com/p/Bj_CwU9Heu-/?taken-by=bambina.beachwear

Chica Bolacha

https://www.instagram.com/p/Bjxtn8_AOPq/?taken-by=chicabolacha

Cor de Jambo

https://www.instagram.com/p/BjICLlXBwgc/?taken-by=cordejambomodapraia

Clamarroca

https://www.instagram.com/p/BjxCiqiBzSK/?taken-by=clamarrocaplus

Flaminga 

E se ficar frio? Vai de BOLD ☁️

A post shared by Flaminga (@flaminga) on

Julia Plus

https://www.instagram.com/p/BjKe3jjBdkH/?taken-by=julia_plus

Oh Querida

https://www.instagram.com/p/BjcZyH0gBHF/?taken-by=ohhhquerida

Rainha Nagô

Wear Ever

Imagem em destaque: Leonardo Araújo

SHARE: